Mais de 21,7 milhões de trabalhadores já receberam o Abono Salarial ano-base 2016, o que representa 88,90% do total. Os valores sacados até agora somam R$ 16,1 bilhões. Resta ainda um valor superior a R$ 2 bilhões disponíveis a serem pagos a 2,7 milhões de pessoas.

O Abono Salarial PIS/Pasep exercício 2017/2018 começou a ser pago em 27 de julho de 2017, mas, independentemente do prazo inicial para pagamento dos lotes, a data-limite para o saque vai até o dia 29 de junho. “Quem já teve o benefício liberado no ano passado, mas ainda não fez o saque, pode retirar o dinheiro até o fechamento do prazo”, destaca o chefe da Divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Britto.

Os recursos que não forem retirados até o prazo final voltarão para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e serão destinados ao pagamento do Seguro-Desemprego e do Abono Salarial do próximo ano. Trabalhadores da iniciativa privada recebem na Caixa, e servidores públicos, no Banco do Brasil.

Regiões e estados – A região com a taxa mais alta de cobertura até o fim de março foi o Nordeste: 91,42% do total de 5,5 milhões de trabalhadores com direito ao abono sacaram o benefício. O destaque é o Piauí, com mais de 265 mil abonos pagos, o que representa 96,61 % do total. Em seguida está a região Sudeste, com 88,74% ,e o Sul, com 88,71%.

O maior montante­­­­­­­­ pago no mesmo período foi para a região Sudeste, que recebeu R$ 7,5 bilhões, divididos entre 10,2 milhões de beneficiários, com destaque para o estado de São Paulo, com 5,2 milhões de abonos pagos, totalizando R$ 3,8 bilhões desde julho de 2017. O Nordeste aparece em segundo lugar com maior valor retirado: 5 milhões de beneficiários sacaram R$ 3,8 bilhões.

Quem tem direito – O Abono Salarial ano-base 2016 é pago a quem estava inscrito há pelo menos cinco anos no PIS/Pasep e trabalhou formalmente por pelo menos um mês naquele ano, com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, é preciso que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) .

O valor do beneficio é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente no ano-base e varia de R$ 80 a R$ 954. Quem trabalhou durante todo o ano, recebe o valor cheio; quem trabalhou por apenas 30 dias, recebe o valor mínimo, e assim sucessivamente.

Para mais informações:

• Alô Trabalho do Ministério do Trabalho: 158
• Caixa: 0800-726 02 07
• Banco do Brasil: 0800-729 00 01

(As ligações são gratuitas de telefone fixo e podem ser feitas de qualquer cidade brasileira.)

 

Abono Salarial PIS/Pasep Exercício 2017-2018 *

REGIÃO

UFs

 Participantes Taxa

Cobertura

Valor Pago

(R$)

 Participantes

Não Pagos

Valores disponíveis

para Saque

(R$)

Identificados Pagos
NORTE 1.411.078 1.226.895 86,95% 920.915.686,98 184.183  138.598.409,38
Acre 65.634 58.749 89,51% 45.189.414,00 6.885 5.295.904,87
Amapá 60.194 52.872 87,84% 39.467.510,62 7.322  5.465.673,94
Amazonas 321.720 282.186 87,71%  205.763.935,90 39.534  28.827.338,85
Para 591.191 499.468 84,49% 382.001.974,68 91.723  70.151.375,31
Rondônia 178.991 164.566 91,94% 121.369.669,86 14.425  10.638.634,27
Roraima 49.860 40.987 82,20%  30.312.672,26 8.873 6.562.186,57
Tocantins 143.488 128.067 89,25% 96.810.509,66 15.421  11.657.295,55
NORDESTE 5.531.738 5.057.042 91,42%  3.877.579.339,44 474.696  364.448.899,02
Alagoas 320.505 301.884 94,19%  227.706.816,74 18.621  14.045.556,02
Bahia 1.444.643 1.301.914 90,12%  995.585.942,32 142.729  109.146.215,47
Ceará 977.975 903.677 92,40%  698.139.235,02 74.298  57.399.213,31
Maranhão 430.107 377.012 87,66% 288.633.331,06 53.095  40.648.538,28
Paraíba 443.987 388.364 87,47% 305.400.864,30 55.623  43.740.697,58
Pernambuco 1.006.439 939.537 93,35% 712.712.785,56 66.902  50.750.434,29
Piauí 274.528 265.219 96,61% 204.749.762,36 9.309  7.186.572,37
Rio Gr. do Norte 388.153 357.066 91,99% 273.917.933,12 31.087  23.847.935,08
Sergipe 245.401 222.369 90,61% 170.732.668,96 23.032  17.683.736,63
CENTRO-OESTE 1.999.373 1.692.479 84,65% 1.226.443.958,96 306.894  224.670.380,81
Distrito Federal 506.341 346.277 68,39%  257.738.705,24 160.064  119.137.823,52
Goiás 805.665 733.916 91,09%  532.481.991,58 71.749  52.056.434,82
Mato Grosso 365.946 324.833 88,77% 229.599.630,02 41.113  29.059.638,61
Mato G. do Sul 321.421 287.453 89,43%  206.623.632,12 33.968  24.416.483,86
SUDESTE 11.503.099 10.208.211 88,74%  7.502.534.364,10 1.294.888  951.546.241,04
Espírito Santo 546.911 472.266 86,35%  352.891.382,41 74.645  55.776.992,71
Minas Gerais 2.875.702 2.594.757 90,23%  1.939.796.300,96 280.945  210.029.714,45
Rio de Janeiro 2.175.655 1.877.422 86,29%  1.382.503.240,71 298.233  219.613.964,78
São Paulo 5.904.831 5.263.766 89,14%  3.827.343.440,02 641.065  466.125.569,10
SUL 4.073.349 3.613.553 88,71%  2.623.502.739,22 459.796  333.718.600,53
Paraná 1.553.836 1.386.003 89,20%  1.009.744.645,78 167.833  122.271.360,98
Rio Gr. do Sul 1.452.159 1.304.762 89,85%  946.764.649,74 147.397  106.954.577,98
Santa Catarina 1.067.354 922.788 86,46%  666.993.443,70 144.566  104.492.661,57
TOTAL BRASIL 24.518.637 21.798.180 88,90%  16.150.976.088,70 2.720.457  2.012.982.530,79

*Dados preliminares relativos ao período de julho de 2017 a março de 2018. Os valores disponíveis para saque foram estimados com base na média do valor pago respectivamente para cada Unidade da Federação.

OBS.: O Exercício Financeiro do Abono Salarial tem início em julho de um ano e término em junho do ano seguinte.

Fonte: Ministério do Trabalho